quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Infeliz Natal


Bom..


Eu não sou muito fã de Natal...coisa pessoal sabe?
Realmente não me importo se você, se ele ou ela, se aqueles ou aquelas, enchem os rostos de sorrisos falsos e saem abraçando Deus e o mundo sustentando auréolas em suas cabeças.

Claro, antigamente poderiam me chamar de " O rebelde sem causa", como assim ainda podem fazê-lo, mas hoje vejo o mundo com "outros olhos".

Tenho maiores questionamentos e...sinceramente?

Questiono mesmo toda essa FALSA FELICIDADE que muitos fingem trazer junto com o Natal.
Questiono todo esse Arrependimento vindo através de momentos curtos de reflexões vazias.
Questiono a falta de participação nos devidos interesses de uma sociedade um tanto quanto mais justa.
Questiono a violência com a qual compartilhamos, dia a dia, a nossa expectativa de sobrevivência.
Questiono a falta de atitude quando vemos, bandidos engravatados, em suas eternas leis, prejudicarem o povo e o futuro dos que " não desistem nunca".
Questiono a cumplicidade dos que, de cabeça baixa, aceitam tudo e se conformam com tudo...
se conformam com a saúde pública, o transporte caótico, os impostos abusivos, a violência excessiva e a robalheira escrachada.
Habituam-se...involuntariamente Habituam-se.


Papai Noel...posso eu te pedir um favor?


Será que você pode nos presentear com muitos barquinhos?
Sabe o que é?
O verão está chegando e já que estamos acostumados com as enchentes, eu não gostaria de perder tudo embaixo d´água.

Prometo que fui um bom menino.
Assisti todas as novelas da Globo, votei no Tiririca, não exigi que a lei fosse cumprida quando os fichas sujas se reelegeram, não reclamei dos altos preços devido as infinitas taxas de impostos, não exigi que as aulas fossem repostas quando meu professor da escola pública faltou, não briguei por uma vaga no hospital quando minha mãe estava bem doente e finalmente concordei com a possível volta da CPMF.


Obrigado por tudo SEMPRE, meu bom velhinho.

PS: A todos um ótimo 2011...Muita coisa boa está por vir...assim acredito eu.
Fernando Resende

5 comentários:

  1. Onde eu assino embaixo?! Rs. Também odeio natal. E odeio o fato de ser obrigada a ficar no meio desse frenesi todo, pois até então não descobri um lugar que não tenha natal pra eu fugir pra lá. Beijos Fê! Giovana

    ResponderExcluir
  2. Otima crítica! Enquanto houver questionamento de nossa parte, o fato pode deixar de ser fato e se tornar apenas circunstância. Espero que os seus textos comtinuem doces quando preciso, e acidos quando necessário, a ponto de incomodar o alheio.
    Saudade!

    ResponderExcluir
  3. tem outra coisa que é tão pior do que natal pra sorridos falsinhos: o seu aniversário!!! porque tem muita gente que te dá parabéns no dia, mas nunca nem olha na sua cara durante o resto do ano!
    mas enfim, concordei com tudo aí. e quero dizer que sinto saudades!

    beijo!

    ResponderExcluir
  4. Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo Agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Se tiveres tuiter, e desejar, é só deixar que agente segue.
    Um abraço e fique com DEUS.

    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir

Rasuras