segunda-feira, 13 de abril de 2009

Através dos sonhos

Teve dias em que através dos sonhos...
Pude eu, encontrar a menina do riso.
Juntos, nos despimos de qualquer vontade não aceita...
Percorremos os mínimos desejos, jamais percebidos por pessoas que se julgam normais...
Carregávamos em nossa companhia todas as armas que de fato mudariam o mundo...
As mesmas armas que nos impulsionava espontaneamente para a verdadeira liberdade que o mundo perdeu...
Armas que nos fizeram parar as guerras...
As armas que convidaram a ganância e o poder a se renderem sem direito a promessas falsas...
Armas que eliminaram a fome e o preconceito banalizado...

Quero de novo poder encontrar a menina do riso...
Que me convida pra dançar a vida em todos os ritmos...
Oferece-me cheiros de lembranças que marcam os momentos de sinceridade...
Abraça apertado a carência de quem traz consigo a marca da longa jornada da vida...
Dá boas vindas aos que, ingênuos, estão ai para conquistar o mundo...

Eu quero sonhar com a menina do riso...
Que em passos mágicos percorria a estrada dos meus medos sem pedir licença...

Avisando em sussurros no ouvido que a nova era caminha em direção à mudança tão desejada...
Liberando em olhares, atitudes e gestos os gritos amordaçados...
Enxergando em todos os corações a esperança prestes ao suicídio...
Ilustrando versos e poesias desenhadas no céu...
Repetindo em vozes suaves que ser feliz é uma estrada sem fim...
Brinca como criança menina do riso...
Amarre os seus desejos junto aos meus, junto aos deles e delas, juntos aos nossos e nossas...
Grite por toda a nossa liberdade, assaltada pelos donos do mundo....


Só assim posso te encontrar...
Só assim posso te encontrar...

Fernando Resende

6 comentários:

  1. "As armas que convidaram a ganância e o poder a se renderem sem direito a promessas falsas..."

    Carac, mexeu cmg... tipo de frase que faz vc pensar em mil coisas em poucos segundos...

    ResponderExcluir
  2. Fe, descobri um lado em você que me deixou surpreso!! que legal cara, parabens, seus textos sao demais!!

    abraços!!

    Leó (e valew por ter me tirado no amigo pascoa rsss)

    ResponderExcluir
  3. "Liberando em olhares, atitudes e gestos os gritos amordaçados...
    Enxergando em todos os corações a esperança prestes ao suicídio..."
    Uau.
    A menina do riso... Gostei muito.

    ResponderExcluir
  4. Flávia Flavíssima Braun3 de maio de 2009 20:01

    Ah...menina do riso...criança que sempre existirá em nós...que sabe o que é a essência da VIDA...O AMOR.
    Tenha sempre a menina do riso no coração...
    Pois te digo q sempre tive ( acho até q muitas vezes me confundo com ela...ela está em mim, ou eu nela? ) ah....sonhos e sentimentos servem pra nos levar a lugares e mundos melhores. Como o que desejo que a menina do riso nos leve.
    Salve!

    ResponderExcluir
  5. Flávia Flavíssima Braun3 de maio de 2009 20:06

    ah....ainda terei coragem e competência ( ou será, disciplina? ) pra poder escrever um blog pra que todos os dias lembre que a menina do riso existe, sim!

    ResponderExcluir

Rasuras